terça-feira, 23 de outubro de 2007

O Santa Maria Manuela

O navio Santa Maria Manuela com comprimento de 62,83 m era um lugre de 4 mastros construído nos estaleiros da Companhia União Fabril, em Lisboa no ano de 1937 com destino à pesca do bacalhau tendo feito parte da famosa “Portuguese White Fleet”. É irmão gémeo do lugre “Creoula”, hoje navio de treino de mar operado pela Marinha Portuguesa. Em 1993, apesar de todas as transformações sofridas, o navio foi considerado obsoleto sendo abatido por demolição ao registo dos navios de pesca tendo apenas sido preservado o casco. Em 1994 um conjunto de 17 instituições públicas e privadas, criaram a Fundação Santa Maria Manuela com vista a iniciar o processo de recuperação do navio para a sua traça original.A Fundação embora tivesse contado com forte empenhamento dos seus membros, nunca conseguiu concretizar completamente os objectivos para que foi criada e, passados 12 anos desde a sua institucionalização, encontrava-se totalmente paralisada numa situação de impasse quanto ao desenvolvimento orgânico e funcional do projecto inicial. Em 2007, por acordo unânime entre os membros da Fundação, a empresa Pascoal & Filhos, S.A. tornou-se gestora e proprietária do casco do navio comprometendo-se a manter o espírito e os objectivos centrais que presidiram a criação da Fundação numa base de sustentabilidade económico-financeira.

3 comentários:

PMBC disse...

Longa vida ao Santa Maria Manuela!

Pascoal disse...

Assim esperamos!
Obrigado pelo comentário.

Adega Desportiva - A GARAGEM disse...

Conhecido o SMM este verão no festival dos oceanos este ano e de facto é muito triste deixar um elemento da história para tras e o estado simplesmente vira as costas ao passado. Ainda bem que existem empresas particulares que olham e estimam marcos históricos que eu com 37 anos não tinha ideia da "frota Branca", como apanhavam o bacalhau ou algo parecido. Muitos Parabéns pelo excelente trabalho desenvolvido.